TRADUÇÃO
JURAMENTADA

Para que uma tradução juramentada seja considerada como tal, deverá obter a certificação normalizada estabelecida no Boletín Oficial del Estado (BOE), bem como o carimbo e a assinatura do tradutor juramentado responsável. Deste modo, tais traduções passam a constituir documentos oficiais, ou seja, têm o mesmo valor do documento original. O objetivo dessa certificação consiste em o tradutor dar fé de que a tradução por si realizada constitui uma reprodução fiel do documento original noutro idioma.

Outra das particularidades deste tipo de documentos é o facto de que o único suporte que se considera válido é o físico (ou seja, em papel), em qualquer uma das suas formas, embora não seja necessária a apresentação em papel timbrado. Na era da digitalização, é possível digitalizar este tipo de documentos para os apresentar através de formulários ou meios eletrónicos, mas importa notar que a única versão oficial será a que se encontra em formato físico.


CERTIFICAÇÃO

Uma tradução juramentada tem o mesmo valor que o documento original.